TENHO QUE VIAJAR: O QUE FAZER - San Marino

TENHO QUE VIAJAR: O QUE FAZER

Dica do Chef: FILÉ MIGNON AO MOLHO DE GORGONZOLA
14 de março de 2020
Maceió: artesanato e feiras
21 de março de 2020

TENHO QUE VIAJAR: O QUE FAZER

airplane waiting for departure in airport terminal, blurred horizontal background with place for text

Estamos passando por um momento bastante complicado. Foi descoberto um novo vírus, que se espalhou muito rápido, causando uma pandemia mundial. O COVID-19, mais conhecido como Coronavírus, vem assustando continentes inteiros e afetando a rotina da maioria. Várias pessoas que tinham viagens marcadas estão cancelando ou remarcando. Governos do mundo inteiro aderiram à campanha #FiqueEmCasa, estabelecendo uma quarentena para que o vírus não se propague mais.  Mais se esse não for o seu caso e tenha que viajar, aqui vão algumas dicas para você se prevenir do tão temido coronavírus.  Veja as dicas e siga-as à risca, assim você evitará o contagio e terá uma viagem tranquila.

Antes de tudo, certifique-se de manter um rigoroso padrão de higiene – lave as mãos com água e sabão – sempre que possível – ou então use álcool em gel. Evite levar as mãos aos olhos, nariz ou boca. Os aeroportos e estabelecimentos que ainda estão abertos estão seguindo os padrões de limpeza e higiene determinados pela OMS e ANVISA. Caso vá ficar em algum hotel, entre em contato previamente e certifique-se que eles também se adequaram aos padrões da OMS.

O Coronavirus gosta se propaga facilmente, e mesmo se estiver em viagem, a ordem é isolamento – evite sair o máximo possível. A contaminação pode ocorrer por meio de contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos; Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; Tosse; Espirro; Contato com secreções respiratórias.  No entanto sua prevenção é mais fácil que podemos imaginar: sempre lave as mãos e evite ao máximo o contato das mãos ao rosto, principalmente quando elas estão sujas.

Para finalizar o texto precisamos desmentir algumas coisas:

As máscaras são a melhor forma de se proteger do coronavírus: mito. Pode parecer muito repetitivo, mas é necessário falar sobre. Existem poucas evidências da efetividade das máscaras que protegem o nariz e a boca. Além disso, ao longo dos voos as peças vão se tornando muito úmidas e acabam se tornando um local propício para o desenvolvimento de vírus e bactérias. Mascaras, são para os doentes, se não estiver doente… não tem necessidade. Beleza!

É possível se contaminar encostando em assentos e apoios de braço dos aviões: mito. Contrair o coronavírus pelo contato com partes da aeronave é improvável. Isso porque as limpezas usuais feitas pelas companhias aéreas normalmente já são suficientes para manter uma higienização de qualidade.

O ar da aeronave propaga a doença: mito. Na verdade, o ar dos aviões ajuda a combater a propagação de qualquer vírus. Diferente do ar respirado no dia a dia, em aeronaves trata-se de uma combinação de ar fresco com ar recirculado, assim como é feito em salas de cirurgias.

 E aí, mais calmo para se deslocar em uma viagem? Passaremos por essa juntos…  A ordem agora é evitar algumas coisas para que possamos aproveitar mais momentos com as pessoas que amamos.  Gostou desse texto? Fique por dentro de outras postagens relacionadas acompanhando nosso blog e as nossas redes sociais Instagram @hotel_san_marino_ e Facebook Hotel San Marino.